Jair Bolsonaro informa através das redes sociais que fará mudanças no Enem

Atualizado em: 22.11.2018

by Enem 2018 on 22/11/2018

in Enem, Enem 2019

Jair Bolsonaro informa através das redes sociais  que fará mudanças no Enem. Após a prova do Exame Nacional do Ensino Médio o presidente eleito do Brasil foi às redes sociais para se pronunciar, deixando claro que no seu mandato haverá algumas mudanças sobre o conteúdo cobrado no exame.

O edital do Enem 2019 deverá ser divulgado no mês de abril pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – Inep pela equipe nomeada pelo presidente Bolsonaro. É importante lembrar que só será divulgado nesta data caso as inscrições permaneçam no mês de maio.

Mudanças no conteúdo cobrado no Enem 2019

Jair Bolsonaro informa através das redes sociais que fará mudanças no Enem

A principal reclamação de Bolsonaro foi referente a uma questão que citava um exemplo do uso de dialetos pela comunidade LGBT. Conforme informou o presidente, durante seu mandato isto não ocorrerá e ele terá conhecimento prévio da temática das questões que irão cair no Enem 2019.

Após o primeiro dia de provas, Jair Bolsonaro por meio de sua conta em rede social e disse: “Qual a razão de incluir ideologia e politicagem nos testes que medem conhecimento dos alunos”. O principal objetivo do Enem é avaliar o nível de conhecimento e aprendizado das escolas de ensino médio.

Além disto o presidente disse que “Não devemos fabricar militantes, mas preparar o jovem para que se torne um bom profissional no futuro”. O novo presidente também afirmou que o modelo atual não funciona e que “É preciso mudar!”, ainda por meio de sua conta oficial do Twitter.

Conforme divulgado em outra situação o presidente eleito se manifestou: “Olha, esta prova do Enem, vão falar que estou de implicância. Agora pelo amor de Deus. Esse tema de linguagem “particulada”, aquelas pessoas, o que isso tem a ver? Vai estimular a molecada a se interessar por isso agora. No ano que vem, pode ter certeza, não vai ter questão dessa forma. Nós vamos tomar conhecimento da prova antes”.

Bolsonaro fala em “cartão velho” para Maria Inês Fini e anuncia novo Ministro da Educação

O presidente eleito já anunciou como ministros: Sérgio Moro (Justiça); Onyx Lorenzoni (Casa Civil); Tereza Cristina (Agricultura); Luiz Henrique Mandetta (Saúde); Paulo Guedes (Economia); Augusto Heleno (Segurança Institucional); Marcos Pontes (Ciências e Tecnologia); Fernando Azevedo e Silva (Defesa); Ernesto Araújo (Relações Exteriores) e Wagner Rosário (Controladoria-Geral da União).

Surgiram rumores que Maria Inês Fini estava cotada para comandar o MEC no governo Bolsonaro. Entretanto, ao ser perguntado sobre o assunto o presidente disse que dará “cartão vermelho, não tem nem amarelo”, como na regra de futebol o cartão vermelho significa que a pessoa está expulsa, sendo assim o presidente deixou claro que Maria Inês estará fora do Inep em seu mandato.

Alguns jornais publicaram nesta semana que o nome cogitado para o Ministério da Educação seria Mozart Neves Ramos. Para quem não conhece ele é educador, escritor e químico brasileiro, atualmente é diretor de Articulação e Inovação do Instituto Ayrton Senna. Ramos foi secretário de Educação de Pernambuco além de lançar três livros referentes a educação brasileira.

Todavia, o nome de Mozart foi recusado pela bancada evangélica devido a suposta oposição do mesmo ao projeto Escola Sem Partido.

Jair Bolsonaro, que havia manifestado que não possuía nenhum nome definido para comandar o Ministério da Educação, mais tarde veio a se decidir pelo professor colombiano Ricardo Velez Rodriguez.

Inscrições para o Enem 2019

As inscrições para o Enem 2019 deverão ser iniciadas no primeiro semestre, normalmente no mês de maio. Assim o edital deverá ser publicado no Diário Oficial da União – DOU. Acredita-se que com as mudanças para a edição 2019 não serão muito drásticas. Também especula-se que o exame permanecerá sendo utilizado como critério de avaliação do ensino médio e como processo de seleção para o ensino superior.

Para se inscrever no Enem 2019 basta acessar o portal do Inep pelo endereço eletrônico http://enem.inep.gov.br/ com número de CPF – Cadastro de Pessoa Física, RG – Registro Geral e responder algumas perguntas pessoais.

O Enem possui o GRU – Guia de Recolhimento da União, na qual atualmente se encontra no valor de R$82,00. Esta taxa de inscrição vem sendo reajustada, entretanto, Bolsonaro não se manifestou sobre este assunto. Caso mantenha como o mesmo critério terão direitos a isenção somente aqueles:

  • Candidatos que concluírem este ano em escola da rede pública ou como bolsista integral em escola privada;
  • Estudantes que concluir o ensino médio através do Exame Nacional de Certificação de Competência de Jovens e Adultos – Encceja referente a última edição;
  • Candidatos que estejam no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico). Lembrando que será considerado estudante de baixa renda aqueles que possuir renda familiar per capita de até meio salário mínimo ou de até três salários.

Leave a Comment

Notícia anterior:

Próxima notícia: